Mulher registra seu processo de emagrecimento durante 11 anos

A primeira vez em que Jen Davis se deixou fotografar foi em 2002, durante uma viagem para a praia com os amigos. Ela escondeu seu corpo obeso em roupas largas para sair nas imagens. “Quando vi as fotos, percebi que eu tinha que ficar de frente para a câmera” disse a fotógrafa, acostumada a ficar do outro lado do equipamento, durante entrevista ao site do jornal New York Daily News. “Eu precisava olhar para mim mesma.”

Desde então, a norte-americana começou a registrar o cotidiano em autorretratos. Cenas íntimas, mas do dia a dia (como Jen enrolada em uma toalha depois de sair do banho), em que ela era a protagonista. Ela só parou em 2011, quando fez uma cirurgia bariátrica e perdeu quase 50 quilos.

Jen retomou o projeto no ano seguinte, aos 34 anos. “O problema era que eu estava me tornando vulnerável só para a câmera. O que eu realmente queria era estar vulnerável para outra pessoa”, disse. Depois de emagrecer, ela sentia-se mais bonita e desejável. “Houve uma mudança de tom no projeto. Onde uma vez eu vi uma tristeza avassaladora, agora vejo confiança”, afirma. A fotógrafa reuniu o trabalho em livro e abre nesta quinta-feira (22) uma exposição na galeria ClampArt, em Nova York.

f1
 f2 f3 f4 f5f6f7f8f9f10f11f12f13f14f15f16f17
Fonte: Terra

You Might Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *